Apesar da pressão que governadores enfrentam para relaxar as medidas de isolamento social, nenhum estado brasileiro poderia sair da quarentena se fossem aplicados aqui critérios usados internacionalmente para decidir quando é seguro dar início ao processo de reabertura.

Três requisitos aparecem em todos os documentos sobre o assunto publicados por órgãos dos EUA, da União Europeia e da OMS (Organização Mundial da Saúde): os novos casos de Covid-19 devem estar em queda, testes precisam ser feitos em escala e a capacidade hospitalar deve ser suficiente para dar conta de um eventual aumento no número de internados. Nenhum dos 26 estados nem o Distrito Federal cumprem todas essas condições mínimas, como mostra levantamento do Aos Fatos com dados das secretarias estaduais e do Ministério da Saúde.

Por que ainda é cedo para estados sairem da quarentena, em 3 gráficos | Aos Fatos