Aos poucos vamos notando que são muitas variáveis e fatores incidindo sobre o processo. Somos levados a concluir que é preciso transversalidade no olhar e articulação entre múltiplos saberes e áreas de conhecimento para refletirmos mais sobre a lógica de difusão do vírus e suas consequências. Percebemos, então, a importância da História, da Economia, da Política, da Sociologia, tanto quanto da Medicina, da Biologia, da Física ou da Química, para citar alguns campos do saber. Do ponto de vista da Geografia, muitos recortes poderiam ser estabelecidos e logo concluímos que não se trata de um problema de saúde pública, nos mesmos moldes que outras pandemias geraram, mas de um novo desafio a ser enfrentado: a busca de Saúde Global. 

Por que a circulação de pessoas tem peso na difusão da pandemia – Notícias – Unesp – Universidade Estadual Paulista – Portal