Imaginem o que está por vir em países como Iraque, Iêmen e Sudão.

#Ásia

#África

#Petróleo

#Covid19

O impacto do COVID-19 e a queda do preço do petróleo no Oriente Médio, Cáucaso e Ásia Central foram substanciais e podem se intensificar. Com três quartos dos países relatando pelo menos um caso confirmado de COVID-19 e alguns enfrentando um grande surto, a pandemia de coronavírus se tornou o maior desafio de curto prazo da região. Como grande parte do resto do mundo, as pessoas nesses países foram pegas de surpresa com esse desenvolvimento, e eu gostaria de expressar minha solidariedade com elas ao lidar com essa crise de saúde sem precedentes.

Esse desafio será especialmente assustador para os países frágeis e devastados pela região – como Iraque, Sudão e Iêmen – onde a dificuldade de preparar sistemas de saúde fracos para o surto pode ser agravada por importações reduzidas devido a interrupções no comércio global, aumento da escassez de suprimentos médicos e outros bens, resultando em aumentos substanciais nos preços.

COVID-19 Pandemic and the Middle East and Central Asia: Region Facing Dual Shock

https://blogs.imf.org/2020/03/23/covid-19-pandemic-and-the-middle-east-and-central-asia-region-facing-dual-shock/#.XnqUVPXczeE.twitter

Anselmo Heidrich