No dia 14 de outubro de 2016, Valdir Pereira Rocha, brasileiro, 36 anos, morreu em decorrência de espancamento em uma cadeia brasileira. Ele foi um dos doze presos na Operação Hashtag, da Polícia Federal do Brasil, dias antes do começo dos Jogos Olímpicos Rio 2016. A suspeita era de que o grupo tinha relações com o Estado Islâmico. A linha de investigação principal assinala que os agressores eram integrantes de facções do crime organizado. Esse evento mostra que ainda há diferenças e até mesmo disputas de espaço na América Latina entre jihadistas e o crime organizado.

Comunicação jihadista estratégica online – O Velho General