Muito já foi escrito sobre os prejuízos e riscos para o país com a eventual privatização da Eletrobras, então ao invés de repetir os inúmeros argumentos nesse sentido, coloquemos aqui a explicação do próprio Bolsonaro sobre a importância da manutenção do controle do estado brasileiro sobre a Eletrobras: “Isso simplesmente é estratégico, é vital, país nenhum sério no mundo faz isso, entregar isso para outros países, e olha que eu sou favorável a privatizar muitas coisas no Brasil, mas a questão energética não! E você vai tirar das mãos de uma estatal brasileira para botar nas mãos de uma estatal chinesa? Ou seja, eles vão decidir o preço da nossa energia e onde, com toda certeza, no futuro, chegará essa energia (sic)”.

Para justificar a entrega da Eletrobras o Governo mente | Ilumina

Eu não entendo do assunto, mas achava que a necessidade de privatizá-la se devia mais à desonerações do governo e à descentralização do setor, pensando em como partilhá-la.