Pessoal, eu recomendo que leiam esta entrevista por que ela resume muito bem a auto-ilusão das Esquerdas, especialmente daquela mais intelectualizada. Há várias razões para isso:

1) Ela acha que os militares são contra a volta da Esquerda ao poder e não, como eles próprios se manifestam, contra o retorno de políticos reconhecidamente corruptos e já julgados pelo crime de corrupção;
2) Ela acha que há uma ligação entre burguesia (e ainda a chama de ‘conservadora’) com o exército, como se este fosse um capacho daquela;
3) Ela acredita piamente que o atual conservadorismo crescente no Brasil observável em redes sociais é um ‘retrocesso’, enquanto que na verdade é uma evolução, pois nunca foi tão bem fundamentado teoricamente e também nunca teve tanta penetração na população através da comunicação e debate;
4) Ela condena as manifestações dos altos oficiais militares, no que eu concordo ter sido um grande equívoco deles, mas ela não critica nada, não dá nem um pio sobre o maior ataque à legalidade no país que a postura e ação do STF, esse sim o verdadeiro golpista quando alguns de seus membros fazem pouco caso da objetividade da Lei trazendo relativizações para salvar criminosos;
5) Não se trata de perdoar o Legislativo e condenar tão somente o Judiciário, mas é que de políticos já se espera a parcialidade, tanto que eles se organizam em partidos e não em “todos”, mas o Poder Judiciário não deveria deixar margens à dúvidas como tem ocorrido.

Por essas e outras é que a manifestação de intelectuais de esquerda é assim mesmo (não por acaso é francesa…) em que mentem para si próprios. Que sejam retardados intelectuais não me espanta, mas não podemos deixar que este rosário de inverdades, subtrações e omissões se perpetue em gerações como tem ocorrido sintomaticamente no Brasil. Ajude-nos a divulgar esta crítica para que, quem sabe, chegue à leitura desses fantasiosos que como disse Nietzsche são uma classe especial de mentirosos, a que mente para si própria.

Anselmo Heidrich

Para quem quiser ler a entrevista na íntegra: https://www.noticiasbrasilonline.com.br/para-historiadora-intervencao-militar-no-brasil-nao-pode-mais-ser-descartada/