No texto abaixo, o amigo Sérgio Costa dá um belo relato de sua luta e esperança genuínas.

a.h

Oi… vou dormir bastante depois de morrer!
Às vezes me questiono “porque” estou fazendo isso… Só pra ouvir eu mesmo falando pra eu escutar, enquanto meu cérebro reflete e reflete… Daí lembro por tudo que passei desde que me lembro por gente… Inclusive quando vim pra Floripa cursar EMC UFSC. Tive o prazer de conhecer bem alguns de vcs… Outros não… Bem como não pude me relacionar com vários aqui… Enfim, após a universidade conheci o que era “empreender”, com todos os riscos e “ajudas” do governo (que obviamente são nenhuma…). Entendi que gerar emprego no Brasil é errado, pois você se tornou um “burguês”… E assim o estado tem o direito de se tornar seu sócios sem te questionar e somente “impondo” em tudo que você fatura cerca de 17,3% (no meu caso Serviços) bem como os demais tributos que indiretamente corroem nosso salário em até 60%… Então qual a solução? Ir embora do país? Não… Não sou de fugir de uma boa guerra, e essa é a maior delas, é o combate das ideias, em que está em confronto uma ideologia enraizada nos últimos 40 anos em nosso país em nossas universidades, escolas, repartições públicas, e até mesmo na iniciativa privada (essa última até agora ainda não consigo entender…). Ideologia em que o “coletivo” é sobreposto ao “individual”, onde a “igualdade” é imposta sobre a “liberdade”. E por não querer morar fora, em outro país, mas Sim querer morar em outro Brasil, decidi entrar pra Política. Em um ambiente onde a Ética é motivo de piada… Onde o espaço vazio em sua grande maioria foi ocupado por pessoas sem caráter, ou princípios éticos, principalmente porque as pessoas de bem não quiseram mais se envolver com Política. Mas pode ter certeza, se você não quer se lembrar ou se envolver com a Política, ela não se esquecerá de você, de todos nós…
E espero do fundo do coração, que vocês colegas e amigos, possam dar o benefício do direito da dúvida de ouvir as ideias, que reflitam e opinem e participem, pois as
” Ideias, somente as ideias podem iluminar a escuridão” (Von Mises). Forte Abraço em todos!

Sérgio Costa