O argumento (ou ‘arjumento’) de certos debatedores aqui é “você está revoltado por que nunca conseguiu passar em um concurso?” Isto é o que chamamos de tangenciar a questão ou simplesmente fugir do tema. Ou nós temos isonomia no país ou deixemos vingar a livre negociação. O que se vê nesta greve são estamentos que agem como castas querendo manter seus privilégios a todo o custo. A economia tem leis de verdade, similares às leis naturais e como foram infringidas não dá mais, as leis jurídicas terão que se adequar, leis pra lá de contraditórias, diga-se de passagem (como pode haver servidores ganhando mais que o próprio presidente da república?).

Cf. Servidores de Florianópolis decidem manter greve, que já dura 35 dias – Diário Catarinense

RL