temer-mendonca-filhovia videVERSUS: MEC antecipa pagamento de R$ 1,25 bilhão para professores (imagem).

O Ministério da Educação e Cultura (MEC) adiantou R$ 1,25 bilhão do salário de professores de nove estados brasileiros que formariam o piso nacional do professor através do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – Fundeb. Não vi até o momento, nenhuma manifestação do professorado a respeito. O que deveria ocorrer, já que a classe protesta tanto contra a “desvalorização do ensino” ou só o fazem quando há interesse político-partidário envolvido? Ou só o fazem quando estão juntos com seus alunos-militantes na tarefa revolucionária-meliante de quebrar as instituições de ensino? Ou só o fazem quando se trata de atacar despudoradamente um dos mais básicos direitos humanos que é o de ir e vir, no caso dos estudantes e professores que não desejam aderir a uma de suas manifestações e invasões de escolas?

O que tem que ficar claro, independente da posição política, se de Direita ou de Esquerda, independente da visão econômica, se liberal ou keynesiana é que hipócritas não devem ficar sem resposta. E a hora de desmascarar seus agentes da desinformação chegou.

RL