Quantas vocês não ouvimos que “os estrangeiros, as multinacionais exploram e levam as riquezas naturais dos países subdesenvolvidos” durante nossas aulas na escola? Pois bem, será que agora esses professores doutrinadores farão algum esforço para atualizar seu discurso? Pois, como já se dizia no Brasil dos anos 60, o inimigo é interno. Veja no link abaixo, a ação de combate da Polícia Federal contra a máfia que cobrava propina através de royalties derivados da atividade mineradora.

PF faz ação para desarticular esquema de corrupção em royalties de mineração http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/pf-faz-acao-para-desarticular-esquema-em-royalties-de-exploracao-mineral.ghtml?utm_source=twitter&utm_medium=share-bar-desktop&utm_campaign=share-bar

As ações ocorrem sobre 52 endereços diferentes e articulados por uma única organização que vendia informações privilegiadas sobre municípios que recebiam royalties derivados da atividade mineradora. 65% da chamada Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) se destinam aos municípios. A suspeita recai sobre o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) em associação com escritórios de advocacia e consultoria sobre dívidas de royalties.

RL